Vantagens na transferência de embriões (TE) em cavalos

A transferência de embriões (TE) em cavalos é o método pelo qual é transferido um embrião de uma égua (doadora) para outra (receptora). A técnica consiste em colher o embrião da égua doadora, que é coberta ou inseminada o mais próximo possível da ovulação. A égua doadora deve ser acompanhada diariamente desde o primeiro dia do cio até o momento da ovulação com o auxilio da ultrassonografia.

Existem diversas vantagens nesta técnica, que passa por diversas fases (como colheita, manupulação e inovulação do embrião). As vantagens são:

– A égua pode ter mais que um potro por ano;

– Mantém a égua doadora em competições, possibilitando conciliar a carreira esportiva com a carreira reprodutiva;

– Obtém gestação de éguas que parem tardiamente na estação;

– Obtém um ou mais potros de éguas que são objetos de transação comercial, fazendo com que essas éguas, antes de serem vendidas, produzam embriões de interesse ao ex-proprietário;

– Antecipa o ingresso de fêmeas na reprodução (por volta de 2 anos) sem os inconvenientes de uma gestação nesta idade;

– Dá a opção de comprar ou vender embriões da égua e do garanhão de sua escolha;

– Num único ano, define qual o garanhão que melhor acasala com a égua, comparando vários potros (da mesma idade) de uma mesma égua com diferentes garanhões;

– Possibilita o perfeito nascimento de gêmeos, já que, após a realização do lavado uterino e visualização de dois ou mais embriões, cada um seguirá para uma receptora diferente. Dessa forma, evitamos os vários problemas ocorridos durante uma gestação gemelar.

Com todas essas vantagens, a transferência de embriões (TE) em cavalos tem se destacado nas ultimas décadas pelo seu avanço científico e comercial e torna-se cada vez mais comum na indústria do cavalo, favorecendo o aprimoramento das raças e seus cruzamentos.

Confira galeria de fotos:

BRENO ARAÚJO (ORIGEM REPRODUÇÃO EQUINA)

MÉDICO VETERINÁRIO – ESPECIALISTA  DE EQUINOS

CRMV/SE 0635

(79) 9927-4087 – VIVO/WHATSAPP