Veja porque o Colostro é muito importante

 

PRIMEIROS CUIDADOS AO NASCIMENTO

E finalmente chegamos na fase final, a fase do pós-parto, nesta fase o mais importante é que você saiba reconhecer o que consideramos “eventos normais”, para o que ocorrer fora desta “faixa”, possa ser corrigido rapidamente. Costumo dizer que esta fase promove uma sensação de alívio, mas, também pode nos enganar. Na minha experiência posso dizer que um exame clínico neonatal, realizado de 12 a 24 horas após o nascimento é vital, visto que muitos potros parecem estar normais ao nascimento e rapidamente você pode encontra-los apáticos, prostrados, desidratados e não responsivos a estímulos.

A categoria de médio e alto risco dos neonatos envolvem diretamente algumas das observações feitas nas éguas, durante a fase I e II que relatei nos posts anteriores. Éguas com placentite, descarga vaginal, agalactia, lactação precoce, gestação gemelar e potros que nascem prematuros/desmaturos, estão incluídos na categoria amarelo e/ou vermelha. Classifico os potros como baixo risco, aqueles que geralmente nasceram no período gestacional esperado, levaram cerca de 20 minutos para exteriorizar e romper a bolsa e onde nenhuma intervenção foi necessária. Este potro em 5 minutos apresentara posição esternal (devido a insuflação pulmonar adequada) e em até 2 horas você já o está observando mamar, consequentemente em pouco tempo vem a eliminação do mecônio (ahhh que alegria!).

Um dos motivos de vocês terem lido sobre a importância que atribuo ao parto assistido é porque temos informações referentes a este “tempo” que o neonato leva para ficar em estação, levantar, mamar e defecar. A maioria sabe da importância da ingestão do colostro, mas você sabia que existe uma janela de tempo para esta absorção ocorrer? Simmmm, estamos falando de uma média de 4 horas (aqui vai minha experiência pessoal, 2 horas é o meu alerta), ultrapassado este período sinto lhe informar você precisa intervir, seja através de um banco de colostro (que pode estar armazenado em sua propriedade e fornecido através da mamadeira) ou um plasma hiperimune fornecido pelo M.V.

O fornecimento do colostro não é um fator importate apenas pela transferência de imunidade passiva que o potro recebe, ele também possui um efeito laxativo, e com isso a síndrome de cólica neonatal devido a retenção de mecônio será difícil de ocorrer. Nas primeiras 48 horas de vida os potros praticamente só mamam e dormem, se você achar que ele está passando muito tempo em pé, que está o tempo todo na teta da égua, ou ainda observa leite na cara do potro, sugiro que você de uma checada. Como eu sempre digo, nesta fase reserve um tempo para observa-lo e já vá pensando no nome do seu campeão.

Tatiana Figueiredo Paiva
Medica Veterinária – Haras Fábio José
CRMV – SE 0924