Deformidades Flexoras. Fique ligado!!!

As deformidades flexoras dos membros ou contraturas dos tendões são alterações osteomusculares que geralmente ocorrem em neonatos e são consideradas deformidades congênitas. Como característica principal, temos a flexão anormal com pouca ou nenhuma extensão das articulações sendo associada a fatores de predisposição genética, deficiências nutricionais ou mal posicionamento intrauterino.

O primeiro cuidado que temos que ter em casos como este é com a dor que os neonatos sentem, visto que possuem dificuldade em se manterem em estação e consequentemente reduzem a frequência de mamar o que pode torna-los hipoglicêmicos e desidratados até irem a óbito.

O segundo passo é diagnosticar o tipo de contratura: leve/moderada/grave e quais estruturas são afetadas, comumente temos os tendões flexores digital superficial, o profundo (neonato adota a posição de “bailarina” pisando apenas com a pinça do casco) ou ambos.

Na minha experiência eles respondem bem ao tratamento conservativo com a aplicação da fisioterapia 4x ao dia (massagens e exercício funcional), espaço restritivo com exercícios controlados (20 min/dia), controle da dor, ligas de sustentação com bastante algodão, e auxílio para mamarem (potros que nascem com contraturas severas tem grande chance de apresentarem FTIP e desta forma tornam-se imunossuprimidos).

Este caso teve uma evolução significativa em 3 dias, mas lembrem, clínica equina não é receita de bolo, avaliações individuais e criteriosas são essenciais para termos um bom prognóstico, mas espero poder auxilia-los a terem uma nova perspectiva em relação a casos como este. Os neonatos não morrem por contraturas como esta, eles morrem por serem negligenciados, e está na hora de mudarmos isso.

#neonatologiaequina #equineneonatology #veterinaria

 

#tati🐎